terça-feira, 31 de maio de 2011

O Negão me Comeu Gostoso

Foi num sábado á tarde. Eu tinha pedido uma linha telefônica para meu apartamento. Tinha acabado de mudar. Eram meio dia quando o Oswaldo ligou dizendo que estava indo. Tomei um banho e fui ver televisão esperando meu telefone chegar.
Lá pelas três horas ele chegou, negro, alto, musculoso e um sorriso lindo. Instalou o telefone, ofereci um refrigerante que ele aceitou. Enquanto tomávamos o refrigerante, conversamos trocando olhares, ele não tirava os olhos da minha boca. Ele tinha um olhar poderoso e uma boca gostosa. Fui na cozinha buscar gelo, ele foi atrás de mim e me tocou na cintura. Eu não disse e nem fiz nada. Então ele me abraçou de costas roçando sua pica dura em mim. Suas mãos foram diretamente para a minha barriga, meu ponto fraco. Estremeci e deixei rolar.
Começamos a nos beijar ali na cozinha... Ele todo grande, másculo e um beijo gostoso, quente, úmido. Ficamos nos amassos por um bom tempo... então ele começou a me beijar o rosto, o pescoço, o colo, olhou nos meus olhos e tocou nos meus seios. Eu contorcia de prazer e muito tesão... então ele tirou minha blusinha e meu sutian... pegou uns gelos colocou na boca enquanto acariciava meus seios durinhos, meu tesão estava a milhões sentindo aquele pau duro me comprimindo o umbigo... então ele começou a lamber o bico dos meus sonhos com a língua bem gelada.... depois a língua foi esquentando e aumentando meu prazer... ele mamava, cheirava, chupava e lambia meus seios encantado... Eu não agüentando mais arranquei a blusa dele... e fui beijando e lambendo o peito dele também.... arrastei-o para o banheiro num banho quente e bem gostoso...
Quando ele tirou a cueca eu pirei... O pau dele era roxo e grande 23 cm para ser exata... grossão e gostoso... queria fuder com ele a tarde toda mas senti medo de que ele me arrombasse. Ficamos no sarro no chuveiro e eu ralando naquela picona. Fomos para o quarto e deitados continuamos o sarro, ele me deitou na cama e foi direto pra minha xana... beijando, lambendo e chupando.... gozei umas três vezes direto...
Então fui pra cima dele disposta a ser arrombada totalmente naquele dia. Peguei aquela pica nas mãos e comecei uma punheta boa.... não pretendia chupar aquela pica que não conhecia mas quando assustei aquela cabeça gostosa tava pulsando em minha boca. Ele urrava de prazer e eu louca pra dar logo pra ele... não agüentando deitei na cama e pedi pra ele me comer logo... Ele veio por cima de mim rasgando minhas pernas e deixando a xana bem à vista... aí foi me chupar de novo e eu gozando e querendo a pica dele, e ele dizendo implora sua cachorra, implora minha cadelinha, só tem essa pica aqui quem implora.... e eu gemia, eu te imploro meu amor... me come.... come logo.... e ele calma.... relaxe não vou te comer... e me torturava.... come meu dedo se quiser... meu pau não te come.... e meteu um dedo na minha buceta quente... gozei na hora... Ele continuou chupando e eu gozando.... tremia toda... orgasmos ótimos... e implorava pra ele..... vem seu tarado.... me estupra seu cavalo.... me come, cacetão, pauzudo.... então ele subiu me beijou suave na boca e me abraçando disse sua gostosa... vou comer sua bucetinha agora, viu? Delícia. Eu não tinha noção do que estava acontecendo.... Então ele começou a esfregar a cabeça do pau na minha vulva forçando a entrada devagar... meu tesão explodiu num orgasmo com aquela cabeça dura e muito quente querendo me comer... aí abri bem as pernas e quando ele colocou a cabeça na portinha tentando forçar a entrada com carinho, cruzei as pernas nas costas dele e apertei com tudo... o pau entrou me rasgando toda e de uma vez, 23 centímetros de pica... doeu... ficamos parados tentando acostumar com a dor... depois ele começou a bombar devagarzinho... tirava e colocava pica... minha buceta pedia mais... mais e mais... aí ele bombou gostoso... e me beijava.... e mordiscava minha orelha e bombava gostoso... devagar... depois rápido e quando estava quase gozando parava, descansava com a pica gorda pulsando gostoso em minha buceta apertada e gostosa... aí ele dizia... nossa amor que bucetinha apertada.... com essa bucetinha gostosa eu te como pra sempre.... ki delícia... recomeçou a bombar... bombar .... despejou um monte de porra dentro de mim... com aquele jato de porra quente gozei de novo... e entrei em êxtase.
Ele não tirou o pau... que começou a crescer de novo... e de repente ele tava me comendo de novo. Aí fiquei de bruços e ele encaixou por trás na minha buceta e gozamos juntos como dois loucos...... Cochilamos um pouco e fomos tomar banho... eu estava arregaçada mais feliz. Realizei minha tara de ser comida por um negão gostoso e pintudo. 
Às vezes ele me telefona e repetimos a dose... ele em minha bucetinha e eu com sua pica roxa que adoro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário